JORNAIS ANTERIORES

Dezembro 2018 / Número 25

Dezembro 2017 / Número 24

Setembro 2017 / Número 23

Novembro 2014 / Número 22

Setembro 2014 / Número 21

Fevereiro 2014 / Número 20

Agosto 2013 / Número 19

Junho 2013 / Número 18

Fevereiro 2013 / Número 17

Setembro 2012 / Número 16

Junho 2012 / Número 15

Outubro 2011 / Número 14 / ESPECIAL 10º ANIVERSÁRIO

Março 2005 / Número 01



Fevereiro 2013 / Número 17

Festa de Yemanjá no dia 2 de fevereiro de 2013, Itaparica, Bahia © 2013, Diana Blok

FUTURAS SELEÇÕES

Fiquem atentos ao nosso site www.sacatar.org e aos nossos boletins informativos, pois nos próximos meses faremos o anúncio de nossos futuros processos seletivos para sessões de residência com oito semanas de duração a serem premiadas em 2014-15. Não esqueçam de que algumas residências, oferecidas pelo Instituto Sacatar em parceria com outras instituições, são restritas a artistas de determinados países, idades e/ou disciplinas.

Para maiores detalhes basta acessar a página INSCRIÇÃO de nosso site www.sacatar.org.


SESSÃO DE OUTUBRO-DEZEMBRO DE 2012


Ernesto, Justin, Maya, Matt, Cristina e Amy © 2012, Augusto Albuquerque
 

Para saber mais sobre as experiencias de nossos Fellows, contadas em suas próprias palavras, basta clicar no nome do residente e você poderá acessar a página ALUMNI dele ou dela. Abaixo um resumo de suas atividades.

AMY “CATFOX” CAMPION (EUA)
Durante sua estada na Bahia, a coreógrafa norte-americana escreveu, coreografou, atuou e dirigiu um filme de dança contando a história de seis Orixás com a colaboração de dançarinos e cineastas locais. As filmagens ocorreram em diversas localidades da ilha de Itaparica e de Salvador como, por exemplo, o Farol da Barra e a Gamboa de Baixo.

CRISTINA RASCÓN-CASTRO (México)
A escritora dedicou seu tempo no Sacatar à tradução de um de seus livros do Espanhol para o Português e à realização de palestras, sessões de leitura e oficinas de escrita criativa. Uma de suas sessões de leitura foi realizada na Biblioteca Juracy Magalhães Júnior, em Itaparica, e contou com a participação de mais de 30 estudantes do Colégio Estadual Jutahy Magalhães Júnior. Cristina concedeu também uma entrevista à Rádio Tupinambá FM, também de Itaparica, falando sobre o seu trabalho.

ERNESTO DIAZ (México)
Ao longo da sessão de residência, o músico trabalhou em um dispositivo de baixo custo controlado por computador que possibilita a criação de uma orquestra eletrônica de percussão. Isso mesmo! Uma orquestra inteira controlada eletronicamente apenas por uma pessoa!

JUSTIN SHOULDER (Austrália)
Durante a temporada na Bahia, o performer australiano se dedicou ao desenho de novas ‘Criaturas Fantásticas’ inspiradas pela cultura local, especialmente pelo Candomblé e pelos Orixás. Justin visitou terreiros, tomou aulas de percussão e dança do Candomblé para compreender melhor a religião e reverenciá-la durante seu processo criativo.

 


Projeção de Matt Sheridan ‘Triangulation from Futurama’ no Pelourinho, Salvador, Bahia © 2012, Matt Sheridan


MATT SHERIDAN
 (EUA)
Matt trabalhou com seus vídeos de animação feitos a partir de pinturas que ele mesmo criou antes de vir à Bahia. Durante a residência, ele fez projeções de suas obras na Biblioteca Juracy Magalhães Júnior em Itaparica, no Pelourinho em Salvador e em um prédio da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) na cidade de Cachoeira. A parceria com o LADCA – Los Angeles Department of Cultural Affairs – foi fundamental para a vinda de Matt Sheridan ao Sacatar.

MAYA WATANABE (Peru > Espanha)
A vídeo artista trabalhou em uma videoinstalação sobre os três livros sagrados monoteístas abraâmicos: a Torá, o Novo Testamento e o Alcorão. Em Itaparica, Maya finalizou a edição do vídeo que será utilizado nesta instalação, além de iniciar e completar um novo vídeo inspirado em Itaparica.

 

Open Studio Day
No dia dia 14 de dezembro de 2012, Amy, Cristina, Ernesto, Justin, Matt e Maya abriram as portas de seus estúdios para a comunidade baiana conferir de perto seus trabalhos realizados durante a residência no Sacatar. O evento aconteceu das 16h às 19h e contou com a presença de mais de 50 pessoas.

Mostra Internacional de Portfolios VISIO / Instituto Sacatar
Uma queixa comum entre os artistas que deixam o Sacatar tem sido a dificuldade de se aproximar aos artistas soteropolitanos. Através dos anos, tentamos de diversas maneiras facilitar o intercâmbio com os artistas de Salvador, mas sem muito sucesso.  Daí descobrimos o Visio, uma coletiva de artistas atuantes que se reunem mensalmente para apresentar a sua produção atual um ao outro.  Resultado: realizamos a 1ª e 2ª Mostras de Portfolios VISIO, nos dias 27 de outubro e 1° de dezembro de 2012, nas quais os Fellows apresentaram seus trabalhos à comunidade artística de Salvador. Em consequência, uma série de colaborações rolaram de uma forma espontânea. Estes eventos somente foram possíveis graças à parceria com a artista e diretora do Atelier Coletivo VISIO Andrea May, e à colaboração fundamental da conselheira do Instituto Sacatar Eneida Sanches, que cedeu seu atelier para receber nossos residentes e os artistas membros do VISIO durante estes eventos.

O Instituto Sacatar e o Atelier Coletivo VISIO convidam a comunidade artística baiana para a próxima Mostra de Portfolios a ser realizada no auditório do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM) às 14h do dia 28 de fevereiro de 2013. Não percam!!!

Ainda sobre o grupo de outubro de 2012
No mês de fevereiro, Ernesto Diaz e Maya Watanabe realizarão oficinas de áudio e vídeo no Peru para 69 crianças. Ambos vão trabalhar também em uma versão de três canais de áudio do vídeo que Maya editou no Sacatar. Matt e Amy pretendem se candidatar para realizar uma performance colaborativa no centro de arte interdisciplinar contemporânea REDCAT, que fica no complexo do Walt Disney Concert Hall, em Los Angeles, EUA. Amy inicia a edição de seu filme e conta com a colaboração do Ernesto na trilha sonora do mesmo.



FELLOWSHIPS E BOLSAS EM PARCERIA COM OUTRAS INSTITUIÇÕES

 

UNESCO/ASCHBERG BURSARIES

De 1° de setembro até 15 de outubro de 2012 o Sacatar recebeu um total de 194 candidaturas válidas de artistas visuais, músicos compositores e escritores de 57 países. Recebemos outros 70 pedidos de inscrição que foram considerados inelegíveis devido às restrições quanto à idade (25-35 anos) ou país de origem ou residência (restrito a países que não fazem parte das Américas — Sul, Central  ou Norte — nem da Europa Ocidental).
Avançamos 10 candidatos à UNESCO/Aschberg em Paris, onde foi realizada a fase final da seleção. São estes os  artistas premiados com as bolsas e que virão ao Instituto Sacatar entre  6 de maio e 1° de julho de 2013:

  • A escritora e poeta Magnolia Wilson (Nova Zelândia)
  • A música e compositora Veronny Odili (Nigéria)
  • A fotógrafa Vilma Samulionyte (Lituânia).


LOS ANGELES DEPARTMENT OF CULTURAL AFFAIRS

O Instituto Sacatar, em parceria com o Los Angeles Department of Cultural Affairs, mais uma vez abriu um processo seletivo apenas para artistas residentes no condado de Los Angeles. Recebemos um total de 47 candidaturas. Destas, os nossos avaliadores ecaminharam oito à fase de entrevistas e, após esta etapa, à fase final que será realizada no escritório do Los Angeles Department of Cultural Affairs, nos EUA. Os premiados serão anunciados em fevereiro de 2013.

AFRICA CENTRE

O Sacatar novamente celebra a parceria com o Africa Centre, insituição com sede na África do Sul, que trará dois artistas ao Sacatar durante 2013:

  • O escritor Tendai Huchu (Zimbabwe > Escócia)
  • O dançarino e coreógrafo Anani Sanouvi (Togo > Holanda).

 

BIENAL DO RECÔNCAVO

O Sacatar pela terceira vez concedeu um prêmio de residência através da Bienal do Recôncavo –organizada pela Fundação Dannemann, em São Félix, Bahia– que atrai milhares de inscrições de todo o Brasil. Este ano, o prêmio residência foi concedido a:

Nerize Portela, uma jovem vídeo artista nascida em Minas Gerais.

O Sacatar parabeniza a todos os seus futuros Fellows!!!


 

EX-FELLOWS NA BAHIA


Mural instalado na Biblioteca Pública e Centro Cultural de Itaparica © 2012, Rik Freeman

Os ex-Fellows do Sacatar RIK FREEMAN (EUA, 2011),  DIANA BLOK (Uruguai > Holanda, 2003), JANE COFFEY (EUA, 2001, 2004 e 2010), SCOTT BARTON (EUA, 2008), ARIEL DE BIGAULT (França, 2010) e SOLANGE LIMA (Brasil > França, 2005) sentiram saudade de seus tempos de residência e retornaram à Bahia. Para acessar a página ALUMNI de cada um destes residentes, basta clicar em seus nomes.

Em novembro de 2012, RIK FREEMAN voltou a Itaparica participar da inauguração de seu mural em homenagem à heroína Maria Felipa –no dia 9 do mesmo mês– que foi doado pelo artista em parceria com o Sacatar à Biblioteca Juracy Magalhães Júnior; SCOTT BARTON veio à Bahia em janeiro de 2013 e vai ficar até o fim do ano com a finalidade de pesquisar sobre a comida da diáspora Africana no Candomblé (tema de sua tese de doutorado); ARIEL DE BIGAULTpermanecerá em Salvador por um mês e, durante sua estada, irá ministrar um curso de vídeo para os alunos da TV Pelourinho, uma grande parceira do Sacatar; JANE COFFEY chegou para conferir de perto os festejos de Yemanjá, a rainha do mar, em Salvador e em Itaparica; enquanto DIANA BLOK veio sentir novamente a energia da cultura e do povo baiano e também presenciou os festejos e os presentes em homenagem a Yemanjá (a foto que abre esta edição do Jornal Sacatar é uma contribuição de Diana Blok). Pode ler a respeito das atividades previstas da SOLANGE LIMA nas NOTICIAS DE NOSSOS FELLOWS a seguir.



SESSÃO DE FEVEREIRO DE 2013

Nosso próximo grupo de residentes tem chegada prevista para o dia 25 de fevereiro de 2013 e ficará na sede do Sacatar até 22 de abril. Farão parte desta sessão um escritor e jornalista norte-americano, um pintor português, um escultor francês, uma vídeo artista alemã, uma música/compositora francesa e uma artista visual brasileira. Todos estão ávidos por interagir e trabalhar com a rica cultura baiana. Veja mais detalhes em nosso Press Release: detalhes disponíveis para download na página IMPRENSA.



NOTÍCIAS DE NOSSOS FELLOWS

Segue uma amostra incompleta da diversidade de atividades desenvolvida pelos artistas que já passaram pelo Sacatar, que inclúi alguns projetos iniciados durante as suas residências.  Lamentamos não poder publicar todas as notícias, mas gostamos de saber as novidades dos ex-Fellows e portanto, favor mantenha contato! Clique no nome dos residentes abaixo para ter acesso a suas página ALUMNI em nosso site.

ADRIANA ROJAS PRETEL (Colômbia, 2008) “MI CIRCO (que quer dizer o MEU circo, que é o SEU circo que é o NOSSO circo) é uma entidade sem fins lucrativos: um circo comunitário independente que, desde 2005, roda o mundo com o seu tipi mágico e, por onde passar, compartilha alegria, criatividade e educação através das artes circenses às crianças de várias etnias, línguas e culturas…Em janeiro 2013, estaremos nas comunidades de NUQUI e JURIBIDA, pequenas aldeias afrodescendentes no costa do Pacífico na Colômbia. Dependemos do apoio de empresas locais, entidades governamentais e doações de gente como você. Si você quer apoiar MI CIRCO em NUQUI, procure-nos no FB ou mande um e-mail ar_ginebra@hotmail.com para receber instruções.”

Como resultado de sua residência no Sacatar, Adriana colaborou com BE WARD (Austrália, 2008) para produzir estas brincadeiras e treinamento nas comunidades aborígenes de Papunya, Northern Territory, Austrália: http://www.youtube.com/watch?v=YFeQttQ70-o

CLAUDIA JOSKOWICZ (Bolívia > EUA, 2012) A Kadist Foundation comprou a trilogia de vídeos ‘Round and Round and Consumed by Fire’ (2009), ‘Vallegrande, 1967’ (2008), e ‘Drawn and Quartered’ (2007). Os três vídeos, filmados na Bolívia, retratam as mortes míticas de três figuras famosas da história boliviana: www.joskowicz.com

DAVID POZNANTER (EUA, 2008) “Há 18 meses que estou aqui na Índia e tem sido uma loucura…Tem uma roda de capoeira local que mantém o meu espírito, uma roda maravilhosa, onde sinto a alma da capoeira.  É uma grande ajuda emocional chegar na roda e receber os abraços dos companheiros.  Termino as minhas obrigações aqui em maio com diversas possibilidades pela frente: uma carreira no circo em Los Angeles, um convite para desenvolver um duplo de dança a percorrer a Europa a partir da  Inglaterra e a possibilidade de montar um circo aqui em Dehli, com um orçamento de US$500,000.  Nas próximas semanas, vou saber qual o caminho que vou seguir.  Por final, tem o documentário que fiz no Sacatar.  Demorou uns anos mas finalmente terminei a edição deste pequeno documentário de 13 minutos sobre a Capoeira União de Itaparica. Não mandei o link antes, pois queria fazer uns retoques finais, mas… resolvi deixá-lo como está. Veja-o neste link:http://www.youtube.com/watch?v=Z6XCOgf_HKc&list=UUrV21awaMJwpeHPT8sbEeoQ&index=1

DEREK BERMEL (EUA, 2007) lançou um CD intitulado ‘Canzonas Americanas’. Em uma faixa, a vocalist brasileira radicada nos Estados Unidos, Luciana Costa, canta  a composição de Derek, ‘Itaparica’, que ela estreiou com a orquestra filarmônica de  Los Angeles em 2010. As gravações estão disponíveis no amazon.com, como CD ou i-tunes.

EJ LEVY (EUA, 2006) seu livro recentemente lançado ‘Love, In Theory’ foi o vencedor do Flannery O’Connor Award, recebeu uma Kirkus Star — uma prestigiosa recomendação — e foi indicada a diversas outras premiações como o Pulitzer e o National Book Award.


ETIENNE YVERS
 (França, 2009) 9 de fevereiro de 2013 é o último dia para quem quiser ver de perto sua exposição ‘Faits d’Yver’ no Point Rouge Gallery, situado à 4 rue du Dahomey, 75011 Paris, França.

FRENCHMOTTERSHEAD (Reino Unido, 2008) Rebecca e Andrew inauguraram uma nova instalação intitulada ’10 Acts’ no dia 11 de janeiro de 2013 na cidade de Brighton, Inglaterra. Trata-se de uma série de fotografias em caixas de luz, feitas com a colaboração da população local, que mostram como momentos pessoais ajudam a criar o espaço público. O trabalho foi especialmente criado para a praça Jubilee Square. A instalação permanecerá no local ate 10 de março de 2013.

JAAKKO HEIKKILA (Finlândia, 2008)  realiza uma exposição de suas fotografias de grande dimensão na Galerie Ruth Leuchter, na cidade de Dusseldorf, Alemanha, até o dia 2 de março de 2013.

JANE INGRAM ALLEN (EUA, 2002) voltará ao Taiwan entre os meses de março e maio de 2013 para dirigir o Cheng Long Wetlands International Environmental Art Project, como ela já tem feito em outros anos.  A seguir um link do seu curta-metragem ‘Just Add Water’:http://www.youtube.com/watch?v=jk_Q1_oa7zQ

JOSEPH CAVALIERI (EUA, 2011): O Museum of Arts & Design de New York, EUA, adquiriu o seu vitral tríptico intitulado ‘Madonna & Prada: A Day in the Life of Madonna’, para acrescentar à sua coleção permanente.

LAURA ANDEL (Argentina > EUA, 2004) no sábado, 2 de fevereiro de 2013, realizou às 20:00 a performance ‘New Music Explorations’ no ROULETTE CONCERT SERIES, 509 Atlantic Avenue, Brooklyn, New York, EUA. O evento contou com a colaboração de Daniel Binelli (bandoneón), Elliott Sharp (guitarra), Carl Maguire (piano elétrico) e Andrew Drury (percussão).

LINDA YUDIN (EUA, 2012): “Eu criei um vídeo de 8 minutos com o enfoque em minhas sábias mentoras, que se juntaram a mim no Instituto Sacatar para que eu pudesse gravar suas histórias orais, a sua sabedoria dos Orixás e das danças, canções e histórias do samba. Durante o período de dois meses, gravei as histórias orais de Dona Cici, Zelita, da falecida Mãe Alice (através de sua filha Edinha), Dona Detinha, e Mainha, todas elas minhas mentoras da comunidade do candomblé das cidades de Salvador e Saubara. Eu tenho mais de 70 horas de filmagem. Conseguindo mais financiamento, continuarei a traduzir do Português para o Inglês as muitas horas de filmagens de história oral para criar um documentário completo. Minha residência no Instituto Sacatar foi co-financiada pela Sacatar Foundation e o Los Angeles Department of Cultural Affairs (LADCA), através de seu CEI – Cultural Exchange International Fellowship Program (Programa de Bolsas de Intercâmbio Cultural Internacional).” http://vimeo.com/54307600

MAJA KLARIC (Croácia, 2012)  “Em Outubro, eu publiquei a coleção de poesia ‘Zivot u ruksaku’ (‘Vida em uma mochila’) e comecei a viajar através Croácia fazendo a promoção do livro. Como de costume, durante tais promoções eu falo não somente de poesia, mas também sobre as minhas viagens — a mais interessante, com certeza, foi feita ao Brasil. Todos queriam saber cada detalhe desta viagem…Além disso, minha próxima coleção de poesia já está em processo de edição. Uma conhecida editora croata me chamou, disse que queria ver meus trabalhos do Brasil e decidiu publicá-los! Então, ainda este ano haverá uma coleção de poesias chamada ‘Quinta Pitanga’, que consiste em tudo o que escrevi na Bahia! No prólogo eu conto uma história sobre como tudo aconteceu, como cheguei lá, o que é Quinta Pitanga, etc. Este trabalho, inclusive, já conquistou um pequeno prêmio. Eu mandei um fragmento da coleção a um concurso literário para países que fizeram parte da antiga Iugoslávia e tirei o terceiro lugar. Caso queira conferir um pouco deste trabalho, escrito em Croata, basta clicar no link abaixo:”
http://konkursiregiona.net/maja-klaric-quinta-pitanga-ulaznica-2012-treca-nagrada-za-poeziju/

MARCELO “TCHELI” e IVANIA KUNZLER (Brasil, 2008) apresentaram na Tunísia no mês de dezembro o espetáculo de bonecos que eles criaram durante a sua residência no Sacatar. Na criação de alguns dos bonecos, eles tiraram como ponto de partida alguns dos funcionários do Sacatar, que agora são estrelas internacionais. Vejam a seguir um documentário sobre a ‘Divina Comédia dos Bonecos’: http://vimeo.com/14834322

MARISTELA RIBEIRO (Brasil, 2007) “Fui aprovada através de edital público (para o Programa de Cultura do Banco do Nordeste). O Banco me destinará R$ 100.000,00 para que eu possa realizar o trabalho, que consiste em intervenções artísticas nas fachadas de algumas casas selecionadas em uma comunidade rural (distrito) do município de Feira de Santana, com a participação das pessoas dessa comunidade. Dados do IBGE traduzem em números a forte pobreza rural existente no estado da Bahia, principalmente na região semi-árida e no agreste, onde está localizado o município de Feira de Santana. Em algumas áreas o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) fica abaixo da média do Nordeste (que já é um horror) e o IES (Índice de Exclusão Social) muito acima…A ideia desse projeto é colaborar, através dessa produção, para a criação de um ambiente favorável à reflexão dos aspectos relacionados às questões de identidade e memória, buscando sensibilizar e resgatar os valores culturais e artísticos da região onde irei atuar.”


Imagem retirada do curta-metragem de animação de Marigriet © 2012, Margriet Westerhoff


MARGRIET WESTERHOF
 
(Holanda, 2011):
“O livro que comecei a produzir no Sacatar, ‘Qual o Problema com uma Saia de Segunda-Mão?´ foi lançado no dia 8 de Setembro de 2012.  Fiz também uma pequena animação (175 imagens em 30 segundos) como parte do mesmo projeto.”

A animação pode ser vista aqui: www.behance.net/gallery/What-is-wrong-with-a-second-hand-dress-The-animation/5127413

RITA STASHULIONAK (Bielorrússia > Polônia, 2011) exibiu ‘Rendezvous z Miastem’  na Galeria Spatium Nowum em Elblag, Polônia, até o final de Janeiro.

SEAN CAWELTI (EUA, 2011) Através do Kickstarter, Sean conseguiu fundos para continuar o desenvolvimento da produção de ´Pinnochio´ que ele iniciou durante a sua residência, co-patrocinada pelo Los Angeles Department of Cultural Affairs.  Em breve a sua companhia de teatro Rogue Artists Ensemble apresentará a ´Song of Bilitis´:

“…um thriller erótico que explora a história verdadeira de um romancista heterosexual e avant-garde em Paris que perpetrou o maior embuste literário da história ao se fazer passar por uma poetisa grega e lésbica. Rogue Artists Ensemble combina projeções multi-media com mamulengos gigantes, dança, sampling de som ao vivo e máscaras gregas descomunais para nos transportar a um mundo de poder sexual e de identidades trocadas: uma mistura de Moulin Rouge, Debbie Does Dallas (um infame filme pornô americano) e Inception, resultando em um indigesto passeio hiper-teatral por nossos desejos mais secretos…”

…Uau!!!… Vocês poderão assistir no:

South Coast Repertory, Costa Mesa, CA, USA, 14-17 de Fevereiro de  2013
Bootleg Theater, Beverly Hills, CA, USA, 7-30 de Março de 2013
ou podem ver o ´trailer´ aqui: http://www.rogueartists.org/?portfolio=songs-of-bilitis

SERGIO ALCIDES (Brasil, 2004) publicou o livro de poemas ‘Píer’. Ele começou este livro durante a sua residência no Sacatar. KRISTIN CAPP (EUA>Namíbia, 2004) concedeu ao Sergio o uso desta fotografia que ela tirou de um capoeirista na praia.

SIDIKI CONDE (Guiné > EUA, 2004) anuncia o lançamento do documentário sobre a vida dele,  ‘You Don’t Need Feet to Dance’. A estreia será no dia 22 de Março na Quad Cinema em New York, New York, EUA.  Pode ver o trailer desde já: http://www.youdontneedfeettodance.com

SOLANGE LIMA (Brasil > França, 2005) , no nono mes de gravidez, promete que ela virá à Bahia para realizar a terceira edição anual do FESTIT, o festival de rua de Itaparica, agendado para 19 a 21 de Abril de 2013.  O festival traz palhaços, acrobatas, muralistas, escultores, músicos e workshops à praça central de Itaparica… Com a participação, sem dúvida, dos artistas residentes no Sacatar… E, sem dúvida, um neném muito fofo.

SOOK JIN JO (Coréia do Sul > EUA, 2001, 2007)  exibiu vídeos e fotografias realizados durante a sua segunda residência no Sacatar.  A exposição foi realizada no Daegu Art Museum, Coréia do Sul, no final de 2012.  Recentemente Sook Jin completou uma instalação permanente, intitulada ‘Treehaus’, no saguão deste edifício: 830 Third Avenue, New York, New York, EUA.

STACEY STEERS (EUA, 2006) recebeu o prêmio Stan Brakhage Vision Award durante o Denver International Film Festival no 4 November 2012. A sua videoinstalação com Lillian Gish, que ela iniciou durante a sua residência no Sacatar, continua a viajar pelos Estados Unidos.  Atualmente ‘Night Hunter’ pode ser visto na Tufts University Art Gallery em Medford, Massachusetts, EUA,  até o 21 de Abril de 2013.

YOKO INOUE (Japão > EUA, 2011) recentemente completou uma longa residência na Cité des Arts em Paris, França, onde baixou nela o espírito de Carmen Miranda.

JEAN-MICHEL FICKINGER e DANY LERICHE (França, 2009) mandaram esta mensagem para o Ano Novo, filmado no mês de dezembro quando o Jean-Michel esteve em Mali. Neste curto filme, os jovens de Mali desejam a paz.

Nós também desejamos a paz para todos em 2013:
http://dljmf.org/2013/

 



PRESENTES À FUNDAÇÃO

Em dezembro de 2012, pela primeira vez, desde que abrimos nossas portas para artistas em setembro de 2001, nós enviamos uma carta a todos os ex-residentes do Sacatar solicitando que considerassem seriamente uma doação de fim de ano para o Sacatar como parte de nossa campanha para aumentar o nosso endowment. Como já foi dito, nós nunca havíamos contactado ex-residentes com tal pedido e ficamos muito impressionados pelo número de ‘Sacatarianos’ que responderam. Nós já agradecemos por escrito a cada um desses generosos artistas, lembrando-lhes que as suas contribuições ajudarão a financiar residências para outros artistas internacionais merecedores nos próximos anos. Assim como todos nós somos chamados a contribuir com os nossos programas de grêmios universitários após a graduação, é igualmente comum que programas de residência busquem contribuições de ex-residentes.

Os Sacatarianos sabem que a eles foi concedida a oportunidade de experimentar e desenvolver o seu trabalho em um ambiente altamente especial e transcultural, no qual o senso de compartilhamento segue múltiplas direções. Os artistas contribuem com a sua energia e talento, entre si, para o nosso programa e para a comunidade, não se limitando à ilha de Itaparica.  As comunidades locais e regionais compartilham os seus recursos tanto com os artistas convidados quanto com os nossos funcionários. O Instituto Sacatar serve aos artistas como seu anfitrião oficial, ajudando-os com os seus projetos e colaborações inesperadas (muitas vezes mais complicadas e demoradas do que as referências feitas no Jornal Sacatar possam sugerir!), enquanto a norte-americana Sacatar Foundation, juntamente com parceiros em todo o mundo, fornece a maior parte do financiamento necessário para viabilizar o programa. Após cada sessão de residência, nós tentamos não esquecer nenhum novo membro da família Sacatar. Criamos uma página em nosso site oficial para cada ex-residente, publicamos suas notícias, escrevemos cartas de recomendação e, em geral, sugerimos contatos propícios entre eles ou do interesse deles. Lembramos aos outros leitores que também estamos abertos para receber doações financeiras de qualquer um de vocês. Caso esteja se sentindo generoso à medida que termino este longo parágrafo,  favor clicar aqui antes de continuar a leitura.

    

Agradecemos mais uma vez aos residentes do Sacatar por suas outras contribuições, como as obras de arte finalizadas após as residências. Todas essas doações se tornam propriedade do Instituto Sacatar, no Brasil, ou da Sacatar Foundation, nos EUA, dependendo da natureza do presente. Queremos, nesta edição, reconhecer e agradecer aos muitos residentes do Sacatar que doaram obras publicadas que foram desenvolvidas e/ou concluídas durante seus períodos de residência na Bahia. Em particular, gostaria de agradecer ao autor MICHAEL LOWENTHAL (EUA, 2008) pelo exemplar de seu recém-publicado romance ‘The Paternity Test’. Michael é o exemplo perfeito daquele raro residente do Sacatar que fez exatamente o que propôs em seu projeto original para a residência. (Isso é raro, já que todos nós sabemos que as condições e experiências locais podem, muitas vezes, mudar a natureza ou a direção de um projeto assim que o artista pisa em solo itaparicano e começa a mergulhar na cultura –e magia!– da Bahia.) Quando eu li o livro de Michael, eu gostava de imaginar como e onde sua experiência de residência contribuiu para o desenvolvimento de ‘Debora’, a simpática e muito atraente personagem brasileira de seu romance residente na contemporânea New England nos Estados Unidos. Como outras obras publicadas doadas por ex-Fellows do Sacatar, ‘The Paternity Test’ agora faz parte do acervo da biblioteca do Sacatar. Obrigado mais uma vez, Michael – sua narrativa no hemisfério norte me faz refletir sobre o sentido social da civilização humana, enquanto, no hemisfério sul, assistimos à maré sempre crescente na praia do Sacatar, que nos faz especular sobre os efeitos do aquecimento global. Para saber mais sobre Michael e seu último romance — que tem recebido críticas maravilhosas — confira o seu site: http://lowenthal.etherweave.com/

   

Nesta primeira edição de 2013 do nosso ‘Jornal Sacatar’, eu também gostaria de agradecer publicamente à autora EJ LEVY (EUA, 2006) pela cópia de ‘Amazons’ seu recém-publicado livro de memórias, profundamente revelador e notável, que foi desenvolvido durante a sua residência no Sacatar cerca de 20 anos após sua primeira experiência em Salvador, Itaparica, Manaus e Amazônia — os cenários do próprio livro. Eu tinha acabado de chegar ao Brasil no ano passado, para uma visita anual ao programa, quando abri pela primeira vez o livro de EJ, enquanto deitava em uma rede em nossa varanda. A rede balançando e a brisa da ilha foram as companheiras perfeitas para a prosa de EJ. Sentindo-me um pouco mais privilegiado do que os outros leitores de ‘Amazons’, eu olhava por cima do livro e imaginava EJ vagando por nossa propriedade à beira-mar, observando detalhes sobre as nuvens, os pássaros, a flora, o uso de expressões idiomáticas do Português e, enquanto isso, mantendo contato com quem ela poderia ter sido aos 20 anos, quando esteve em residência no Brasil, durante seus anos de Yale. Todos os contribuintes ao Sacatar reconhecem que é um deleite experimentar os resultados de uma residência quando estes são refletidos em obras de arte tão qualificadas quanto esta. Para saber mais sobre ‘Amazons’, consulte o site da EJ:http://ejlevy.com/

 

                     
Michael Lowenthal © 2013, John Gransky       E. J. Levy © 2012, Maureen Stanton

Michael e EJ, saibam que nós apreciamos e até nos beneficiamos das palavras de reconhecimento que vocês dedicaram, em seus trabalhos publicados, ao Sacatar. Tais palavras são presentes para a fundação, e elas nos ajudam em nossos esforços para  angariar recursos. E a todos vocês, Sacatarianos… Vocês ficariam surpresos com o número de cópias de seus livros, catálogos, CDs e DVDs que nós encomendamos para entregar aos nossos principais doadores e parceiros internacionais. A Bahia ensina a todos nós a compartilhar, não é verdade? Obrigado a todos! E que a magia de suas experiências de residência continue a iluminar os seus trabalhos e as escolhas que vocês fazem.

Bom Carnaval!
Mitch Loch
Presidente
Sacatar Foundation
Pasadena, EUA